ola

Menu

domingo, 24 de junho de 2012

Facilitando a vida da Mandaçaia e do Meliponicultor

(Figura 1) Caixa para Mandaçaia com separação superior
Vejam como é facil construir caixas racionais para ASF ( Abelhas Sem Ferrão ).  Observem a figura 1, nessa foto podemos ver que a caixa foi construida contendo a parte superior, mas confeccionada de forma diferente.  Ao inves de varetas, esta contempla uma forma arredondada com um furo central para o ninho e outros furos nas laterais para facilitar a manutenção, coleta de mel, etc.

Já comentei em outras postagens sobre o transtorno que é no momento do desmembramento de uma extenção da outra, para fazer multiplicações, etc, se as extensões estiverem desprovidas desse recurso ( proteção na parte superior ).  Dá um pouco de trabalho a mais no momento da fabricação da caixa, mas o resultado e facilidade de manuseio compensa, e  muito.

(Figura 2) Parte extensora vista de outro angulo
Na figura 2 podemos ver a parte extensora por outro angulo, onde detalhes podem ser vistos com mais visão .  A parte de baixo e superior de cada modulo foi construida com um furo central, um pouco maior que os diamentros dos discos da Mandaçaia, como os discos tem o formato arredondado, esse furo central no mesmo formato facilitara o desenvolivimento do enxame ( estamos seguindo os principios da naturesa dessa especie).

(Figura 3) Parte extensora vista pelos fundos
Já na figura 3 vemos o mesmo modulo, mas pelo fundo.  Os quatro cantos servem para as abelhas construirem os potes de mel, que é uma das caracteristicas dessa especie de abelha, construir potes de mel e polem em volta dos discos de cria.

É muito agradavel fazer uma divisão sem transtorno e estresse ( tanto para o Meliponicultor quanto para as abelhas ).

E na ausencia desses recursos (superior e inferior), esse transtorno é inevitavel, vai ocorrer derramamento de mel.
 Pronto!!!
Tá tudo preparado para os forideos, formigas e outros predadores fazerem a festa.  eles ficam de longe, só esperando o momento de distração para iniciarem o ataque.  Enquanto não atacam, ficam lambendo os beiços.

(Figura 4) Modulos sobrepostos
Por isso temos que estar sempre buscando novas formas de fabricar as caixas e aprimorando aquelas já existentes e consagradas, as quais vem sendo utilizadas há muito tempo.


2 comentários:

  1. Meu amigo Lúcio,
    que perfeição!!!Achei linda e muito funcional essa caixa,realmente deve dar um pouco mais de trabalho,mas sem dúvidas o resultado final compensa...Parabénes!!

    Abraço.
    Paulo Romero.
    Meliponário braz.

    ResponderExcluir
  2. Muito capricho. Que sirva de incentivo para todos os que fecham os olhos para os detalhes e inovações. Isto é fazer uma meliponicultura moderna. Parabéns

    ResponderExcluir

Deixe sua mensagem.